lula

STF julga nesta quarta-feira o mérito do habeas corpus impetrado pela defesa do ex-presidente. Manifestantes acompanharão o julgamento nos arredores do tribunal em Brasília.

Da região oeste da Bahia, umas caravanas de 15 ônibus viajaram na noite desta terça-feira(03) para fazer parte do movimento em prol do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que acontece hoje. Foram 03 ônibus de Bom Jesus da Lapa, 02 de Carinhanha, 01 de Serra do Ramalho, 01 de Sítio do Mato, 01 de Santa Maria da Vitória e 07 ônibus de Barreiras.

De acordo o presidente do Partido dos Trabalhadores(PT) de Bom Jesus da Lapa, Marcos Haiala, o apoio das pessoas da região oeste da Bahia e de todo país que acreditam que o Brasil não pode piorar mais, é fundamental. “Dia a dia a situação do país fica pior, o descaso. Ele destaca que a perseguição judicial ao ex-presidente é uma tentativa de criminalizar uma parcela do eleitorado e os que foram beneficiados pelas políticas sociais do governo do PT.

Haiala disse ainda, que diante do reconhecimento da população com o ex-presidente Lula, se utilizam todo tipo de coisa para barrar a sua candidatura: a primeira é a violência. Atiraram no ônibus do ex-presidente Lula e utilizaram de violência contra a caravana no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. E tentam pressionar a Justiça para não conceder o habeas corpus”, disse.

O  julga começa a  partir das 14 horas, o habeas corpus preventivo com o qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer evitar sua prisão, após condenação pela segunda instância da Justiça Federal, no caso do tríplex do Guarujá (SP).

Os 11 ministros que compõem a Corte devem agora entrar no mérito do pedido de liberdade de Lula, que não foi abordado no julgamento iniciado em 22 de março, quando o ex-presidente ainda tinha um recurso pendente de julgamento no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), com sede em Porto Alegre.