DSC_0555
Foto: Felipe Iruatã/Bahia.ba

Depois de aliados sugerirem que o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), poderia disputar a Presidência, o chefe do Palácio Thomé de Souza descartou, nesta quinta-feira (11), qualquer possibilidade de postular o Palácio do Planalto.

Em entrevista exclusiva ao bahia.ba, Neto afirmou que seu foco é o governo da Bahia. “Se eu deixar a prefeitura, o meu foco vai ser disputar o governo do Estado da Bahia. Isso é uma coisa que está bem resolvida na minha cabeça desde o começo. Essa é decisão que vou ter que tomar”, ressaltou, durante a Lavagem do Bonfim.

O prefeito disse ainda que “está ganhado corpo” a candidatura do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), a chefe do Palácio do Planalto. “Acho que é um nome que desponta como novidade no cenário presidencial. Ele é o novo e vai incorporar a proposta do novo. Acredito muito que essa candidatura pode vingar e Rodrigo Maia pode ser um candidato muito competitivo”, ressaltou.

 Neto disse que “não está fechado” um acordo entre o Partido Progressista e o Solidariedade para apoiar a candidatura de Maia, mas ressaltou que as conversas com as legendas estão bem encaminhadas. “Estamos conversando bem com o PP, o Solidariedade e outros partidos também. A ideia é fazer uma frente de partidos de centro, que possam estar unidos para apresentar um projeto para o futuro do Brasil”, ressaltou.

Ainda na entrevista, Neto respondeu a provação do vice-governador João Leão (PP), que apostou em uma vitória “folgada” do chefe do Palácio de Ondina, Rui Costa (PT), na eleição deste ano. “Nunca vi ninguém ganhar eleição de véspera”, respondeu o prefeito. (Bahia.ba)

Compartilhe à Vontade

QUER COMENTAR?

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui