56321,oposicao-tenta-aplicar-primeira-derrota-a-neto-na-camara-municipal-3

A oposição ao prefeito ACM Neto (DEM) na Câmara Municipal de Salvador (CMS) tenta aplicar a primeira derrota ao democrata na Casa. A matéria que poderia causar o revés no democrata é o projeto que extingue com a progressão automática para os servidores da saúde.

O projeto precisa da 22 votos para passar pela Câmara. A base do prefeito é composta por 31 votos, contando com o presidente da Casa, que só vota em caso de empate. Dois vereadores, porém, já se manifestaram contrários à proposta: Ana Rita Tavares (PMB) e Odiosvaldo Vigas. Restam, assim 28 apoios.

“Estamos conversando com os outros vereadores. Você não pode deixar uma categoria perder essa conquista que já tem oito anos”, afirmou a líder da oposição, Marta Rodrigues (PT).

A matéria tem previsão de votação na próxima segunda-feira. Para conter o início de rebelião na base, Neto escalou o chefe de gabinete, Kaio Moraes, para conversar com os vereadores alinhando à gestão. Metro1

QUER COMENTAR?

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui