33790033_974173996076004_2608699063268278272_n

O Bispo da Diocese de Bom Jesus da Lapa, Dom João Santos, visita nesta quarta-feira (11) áreas do Rio São Francisco na cidade de Carinhanha. O líder católico estará acompanhado de representantes da CPT, Samuel Brito, da Uneb, Professor Elder, além de profissionais da impressa.

O Bispo já está na cidade de Carinhanha desde o início da noite deste terça-feira e se junta a equipe para percorrer a extensão do Velho Chico no município de Carinhanha.

A missão é fruto das discussões e encaminhamentos do I Encontro dos Bispos da Bacia do São Francisco, que aconteceu no mês de novembro em Bom Jesus da Lapa e reuniu bispos das cidades de Januária (MG), Caetité (BA), de Bom Jesus da Lapa (BA), Barreiras (BA), Barra (BA), Irecê (BA), Petrolina (PE), Floresta (PE) e Paulo Afonso (BA).

Os bispos se reuniram por dois dias com o objetivo de estudar e discutir a realidade do Rio São Francisco e encaminhar o posicionamento pastoral dos bispos em vista de sua revitalização, em comunhão com o ensinamento do Papa Francisco em sua Carta Encíclica, Laudato Sí,  Onze bispos da Bahia, Pernambuco, Sergipe e de Minas Gerais juntamente com representações da Igreja Católica reuniram-se para se inteirar de forma mais profunda sobre a realidade hídrica da região da Bacia do São Francisco. Os peritos e estudiosos apresentaram um diagnóstico sobre a conjuntura hídrica da Bacia do São Francisco, com diversos dados da realidade da região, especialmente do Cerrado, principal fonte de abastecimento do Velho Chico.

Como fruto desse 1º encontro foi criada a “Carta da Lapa”, onde os  Bispos da Bacia do São Francisco se posicionam em defesa do rio.

Entre as ações, os Bispos se comprometeram a realizar alguns trabalhos  em suas dioceses, construindo propostas para salvar o rio São Francisco:   (1) convocar os cristãos a se sensibilizarem com a causa, em defesa dos rios; (2) Visitar todas as comunidades em suas dioceses, com o propósito de fortalecer o debate em defesa dos rios; (3) criar ferramentas de comunicação e informação capazes de fortalecer a luta ambiental na bacia; (4) apoiar e incentivar ações  de populações que estejam preocupadas com a preservação vida, respeitando os biomas; (5) criar a moratória do Cerrado; (6) chamar as autoridades federais, estaduais, municipais, senadores, deputados e Ministério Público  para que assumam a responsabilidade ambiental na bacia junto as  populações.

Cada Bispo que participou do encontro em Lapa realizará o mesmo trabalho nas cidades de atuação pastoral.

A visita à Carinhanha é uma etapa desse trabalho. A próxima cidade será Serra do Ramalho.

2 COMENTÁRIOS

  1. Iniciativa louvável!
    Merece todo nosso apoio. Gostaria muito de contribuir efetivamente. Pode me convocar para qualquer ação voluntaria neste sentido.

  2. Eu morei aí na agrovila 02 adoro essa região tenho lote na a grovila 02 essa foi a melhor notícia do dia parabéns pela iniciativa dos bispos tinha de ser pessoas de Deus tamos juntos

Comments are closed.