LojaoCosta-350x250px

 

site

Uma das festas religiosas mais importantes que acontecem em Bom Jesus da Lapa,  a Romaria da Nossa Senhora da Soledade, começa neste domingo (8), no Santuário do Bom Jesus.  Durante o novenário acontecem várias celebrações e missas, todos os dias, finalizando no dia 15 de setembro com a festa.

A Romaria de Nossa Senhora da Soledade está entre uma das três mais aguardadas e que mais reúnem pessoas, que participam para agradecer por graças alcançadas ou para pedir bênçãos e graças, pela intercessão dos santos católicos.

A história de Nossa Senhora da Soledade

A devoção à santa tem origem no encontro de Maria com Jesus, no calvário. Maria sofreu muito e nada se compara à dor que sentiu quando viu seu filho sofrido, torturado, coroado de espinhos e carregando uma pesada cruz – dor tão profunda que até hoje nos faz refletir, quando temos as nossas próprias dores.

Por essa passagem, a Virgem Maria recebeu a denominação de Senhora da Soledade – palavra que significa saudade, tristeza, solidão. Nossa Senhora da Soledade é também conhecida como Nossa Senhora das Dores, Nossa Senhora da Piedade, Nossa Senhora das Sete Dores, Nossa Senhora das Lágrimas, Nossa Senhora das Angústias, Nossa Senhora do Pranto e Nossa Senhora do Calvário.

“Ela nos passa uma forte mensagem e lição de vida: que assim como ela conseguiu passar por tudo, ao ver seu filho ser maltratado e morrer na cruz, nós podemos também, ser fortes e passar por nossas provações. Esse um motivo mais do que plausível e suficiente para que se participe da semana de celebração e da romaria em homenagem à santa – para agradecer pelos momentos em que conseguimos ser fortes e também para pedir que consigamos suportar as nossas dores e todos os obstáculos pelos quais teremos que passar”.

Curiosidades sobre a estátua de Nossa Senhora da Soledade do Santuário do Bom Jesus da Lapa

A primeira imagem de Nossa Senhora da Soledade foi a levada pelo Monge Francisco, quando chegou ao morro, ela se encontrava em um altar na gruta, mas em um incêndio que houve no local, se queimou por completo. A imagem atual que está em um nicho de vidro, é esculpida em madeira e tem 1m60 de altura, também foi queimada, em 1971 – acredita-se que por velas que foram deixadas acesas.

A imagem foi salva, parcialmente carbonizada e sem os olhos, e dessa forma, participou da procissão no ano seguinte, em 1972, durante a Festa de Nossa Senhora da Soledade. Mas, em 1973, uma escultora de Salvador, a Sra. Bernardina Braga, a restaurou. Após 10 dias de trabalho, a imagem estava como nova.

 

LojaoCosta-350x250px