LojaoCosta-350x250px

aigrejaUma pesquisa realizada pela ONG Ofxam Brasil, em parceria com o instituto de pesquisas Datafolha, divulgada na última segunda-feira (8) aponta que 28% dos entrevistados consideram que a fé religiosa é o aspecto mais importante para melhorar de vida.

No mesmo recorte da pesquisa, a opção ‘estudar’ apareceu em segundo lugar, com 21% e o acesso a atendimento de saúde, com 19%. Entre os entrevistados com maior renda (salário igual ou superior a R$ 4.991) as opções ‘fé religiosa’ (24%) e ‘estudos’ (23%) aparecem empatadas. A opção ‘crescer no trabalho’ aparece com 11%, como mostra o gráfico abaixo.

Foto: Ong Oxfam Brasil / Datafolha

A pesquisa “Desigualdade no Brasil 2” entrevistou 2.086 pessoas das cinco regiões do Brasil, sendo a maioria (43%) da região sudeste. As entrevistas foram realizadas em 130 municípios de pequeno, médio e grande porte.

Outros pontos levantados pela pesquisa estão relacionados a temas sociais envolvendo gênero, renda, questões raciais e de políticas públicas. 63% dos entrevistados disseram que quem ganha mais deve pagar maior taxa de impostos do que os que ganham menos. Em relação a gênero e salário, 46% dos entrevistados dizem concordar que as mulheres ganham salários inferiores aos homens pelo fato de serem mulheres.

Na relação entre carga tributária e serviços públicos, 59% dos entrevistados discordam totalmente com a afirmação de que o governo deveria aumentar os impostos para garantir melhoria em questões como saúde, educação e moradia aos que precisam. Ao mesmo tempo, 72% dos entrevistados concordam que resolver o problema da desigualdade social deveria ser prioridade dos governos.

LojaoCosta-350x250px