LojaoCosta-350x250px

1ddcb0d0-076d-0137-f566-6231c35b6685--minified

Subiu para 206 o número de mortos identificados na área da barragem 1 da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, que se rompeu no dia 25 de janeiro. Outras 102 pessoas continuam desaparecidas. Os números foram confirmados pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais neste domingo.

As buscas entraram no 52º dia consecutivo com 138 bombeiros militares divididos em 23 frentes de trabalho. Ao todo, 63 máquinas pesadas, quatro cães farejadores, uma aeronave e dois drones auxiliavam os homens e mulheres da corporação nos trabalhos de resgate.

De acordo com a corporação, uma das frentes de trabalho onde os bombeiros estão trabalhando é a intensificação das buscas na região do CMD (Centro de Materiais Descartados) da Vale, local onde houve resgates no último sábado (16).

* Com informações do Portal R7.