pastor preso
Foto: Portal Vilson Nunes

Um pastor evangélico de 35 anos foi preso na manhã desta quinta-feira, dia 7, sob a acusação de pedofilia. A prisão ocorreu na residência do suspeito, no bairro, Pedro Cruz, em Caetité, no sudoeste do estado.

De acordo com as informações, o acusado, Gilmar Silva Porto utilizava redes sociais e aplicativos de mensagens para se comunicar e trocar fotos com as vítimas, que eram quase sempre meninos entre 13 e 17 anos de várias localidades do país.

Os trabalhos investigativos levaram 40 dias e foram iniciados depois que o tio de uma das vítimas, que é do Rio Grande do Sul, denunciou o caso ao Conselho Tutelar.

Os policiais tiveram acesso a casa do pastor, através de um mandado de busca e apreensão, onde um carro, computadores, pendrives e cartões de memória com arquivos de meninos nus foram apreendidos.

Ao ser ouvido em depoimento, o pastor Gilmar disse que estava possuído pelo demônio quando cometeu os crimes. Ele foi indiciado por pornografia envolvendo menores com base no Estatuto da Criança e do Adolescente, podendo pegar de 3 a 6 anos de reclusão.

A polícia continua investigando o caso, pois acredita que depois da divulgação da prisão do acusado, novas vítimas possam ser encorajadas a denunciar. Rastro101