Igreja de Santo Antônio de Paratinga celebra 300 anos de fé e história

0
LojaoCosta-350x250px

fotos povo

Paratinga foi a primeira  paróquia a ser formada na região, antes da  Diocese de Bom Jesus da lapa e de Barra, é uma das cidades mais antigas da Bahia, que  se desenvolveu a partir do século XVII. Onde a população ainda guarda a famosa história do vaqueiro que avistou um urubu em cima de um toco e uma imagem ao lado. E em função disso surgiu o  primeiro nome do município,  Santo Antônio do Urubu.

LojaoCosta-350x250px

Localizada  na região oeste da Bahia, e banhada pelas águas do  Rio São Francisco,  guarda o pioneirismo na sua história: tem uma das primeira paróquias da região do interior do Brasil, que foi criada por decreto de 16 de outubro de  1718,  por Dom Sebastião Monteiro, da Arquidiocese de São Salvador, a Igreja de Santo Antônio, celebrou na manhã dessa quarta-feira(13)  o seu tricentenário do início de sua construção.

bispo

Com uma missa celebrada pelo Bispo da Diocese de Bom Jesus da Lapa, Dom João Cardoso, apresentações culturais,  exposições e outras atividades. Que destacou  a importância da restauração da Igreja de Santo Antônio. “Quando começamos a restauração, e quando nós vimos os custos que a obra iria ficar, achávamos que seria impossível, mas Santo Antônio, Ele começa fazer seus milagres, e nós já temos realizado grande parte do projeto com a ajuda de vocês; a contribuição de cada um”, e agradeceu: “obrigado a cada um que tem ajudado, e também o que tem de grande valia, a quem nós também agradecemos, a atuação do senhor prefeito, em parceria conosco, especialmente a parte externa da igreja, nós conseguimos dá grande avanços”, frisou.

paratinga tres

Ele também agradeceu ao escultor que está fazendo o trabalho artístico de restauração da igreja, e fez uma analogia a palavra “restauração” ao sentido da fé dos fieis da paróquia de Santo Antônio. “O importante, é olharmos também para o sentido espiritual da palavra reforma, restauração, que é  feita nesse templo físico. Mas, queremos que esse templo físico, a Matriz de Santo Antônio, possa retornar ao seu grande esplendor,  que não só deu origem a cidade de Santo Antônio, mas também aqui nessa região. É um apelo para que nós, que somos um templo espiritual, restauremos e nos reformemos a nós próprios, porque nós precisamos sempre disso, de restauração, mudanças de mentalidade. E nós sempre nos restauramos quando nos aproximamos de Deus, que é fonte de água viva. Quando nós nos aproximamos de Deus, e reassumimos os nossos compromissos que estão na base da nossa vocação batismal”, destacou.

Já o Frei Antônio, Pároco  do município de Paratinga, no final da missa, agradeceu a todos os fiéis que contribuíram na realização da festa dos 300 anos da criação da paróquia, que ha 15 festeja Santo Antônio. “Agradeço a você meu irmão e minha irmã, filhos e filhas dessa paróquia de Santo Antônio, que acreditou no nosso festejo, e que acredita que a mudança se faz percorrendo o caminho da fé, e o caminho da conversão.

No final da tarde foi realizado a procissão de Santo Antônio pelas ruas da cidade com 71 imagens, representando todas as comunidades vinculados a paróquia.

Os fiéis e devotos de Santo Antônio ainda guardam o trauma do incêndio que atingiu parte da Igreja Matriz de Santo Antônio no dia 16 de novembro de 2015(relembre o fato ),  onde parte do acervo histórico foi destruído. “Foi muito triste, aconteceu do nada o incêndio, e perdemos muitas coisa, toda comunidade sofreu com isso. Essa igreja é histórica, e guarda parte da história dessa região, e com esse acidente perdemos parte dos nosso acervo”, disse dona Anísia. Fonte: Pascom Diocese de Bom Jesus da Lapa.

 veja as foto