REDEERGUERLAPA-728x90px
arrojado
Foto. Geraldo Reis

O Secretário do Meio Ambiente do Estado da Bahia (SEMA), José Geraldo dos Reis Santos, e a diretora geral do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado da Bahia (INEMA), Márcia Cristina Lima, alertam a população para a diminuição da água da Bacia do Rio Arrojado. A localidade se encontra desde 2012 com chuvas abaixo da média, caracterizando um longo período de estiagem. De acordo com a nota lançada pelos dois órgãos, a região vem apresentando os menores índices pluviométricos históricos com baixa recuperação no último período chuvoso, registrando no momento um deficit anual de chuva de 240 mm na referida bacia e sem registro de chuva desde o mês de maio último.

“Considerando também que estamos ainda cerca três meses do inicio do novo período chuvoso, que só deve ocorrer a partir de meados do mês de outubro, alertamos aos usuários da água da bacia do rio Arrojado sobre esta redução de vazão, a fim de evitarmos medidas de restrições e racionamentos futuros”, afirma a nota de alerta.

Apesar das estações de monitoramento da região realizarem monitoramento em tempo real e apresentarem registros de vazões com valores acima dos valores mínimos de referências adotados pela Política Estadual de Recursos Hídricos, equipes de monitoramento do INEMA estão se dirigindo à região para medições de vazões em diferentes seções do Rio Arrojado. O objetivo, afirmam os representantes da SEMA e do INEMA, é obter mais informações para subsidiar posteriores decisões a fim de garantir a segurança hídrica da população e dos usuários da água da bacia. (A tarde)