Após maior cheia dos últimos cinco anos, nível da Lagoa da Lapa começa a baixar

0
LojaoCosta-350x250px
Foto: José Hélio/Notícias da Lapa

O cenário foi histórico e a natureza mostrou a sua força com o aumento do nível do rio São Francisco nos três primeiros meses de 2020 na cidade de Bom Jesus da Lapa. Na primeira cheia, no início de fevereiro, o nível   chegou aos 7,3 m. Já no mês de março,  com o registro da segunda cheia, registrada no mês de março,  que atingiu  os 8,14 m acima do normal .Com isso, as principais lagoas do município receberam água, deixando ribeirinhos e pescadores cheios de alegria.

Foto: José Hélio/Notícias da Lapa

A exemplo disso, a Lagoa da Lapa, que fica localizada próxima a cidade, que é considerada  uma das maiores lagoas do município, recebeu  a maior quantidade de água já registrada nos últimos 5 anos. O que atraiu  novamente pescadores, que voltaram a pescar no local, após retorno dos peixes. Uma comporta que foi construída em 2017 no braço de rio (igarapé) que passa nas imediações da gruta do Santuário ajudou a água a não  voltar depois que o rio São Francisco começou  a baixar.

O braço do rio São Francisco que passa próximo a ponte Gercino Coelho, mesmo com pouca água, ainda continua correndo/Foto: Notícias da Lapa
LojaoCosta-350x250px

Uma casa que foi construída no período da seca numa área dentro da lagoa, foi praticamente coberta pela água, voltou a aparecer após mais de quatro meses submersa. Já o rio São Francisco, mesmo sem chuva, iniciou  o segundo semestre de 2020 acima dos   3 metros na cidade de Bom Jesus da Lapa.

Seguindo o ciclo natural, após esses quatro meses, o nível da lagoa também começou a diminuir.

Os meteorologistas ainda não conseguem cravar uma previsão de como serão as chuvas este ano. Mas para os ribeirinhos lapenses, se depender da fé dos  homens e mulheres que tiram o seu sustento do rio, o período chuvoso  entre 2020 e 2021 será tão bom quanto o ciclo passado.

Clique AQUI e curta nossa página  no Facebook, e fique atualizado diariamente.