REDEERGUERLAPA-728x90px

atakarejo

Albertina Bispo Duarte, 34 anos, foi morta pelo marido em um supermercado na tarde deste domingo (8), em São Cristóvão. De acordo com informações da Polícia Militar, o crime aconteceu por volta das 16h, em uma guarita do mercado, onde ele trabalhava como segurança.

A polícia foi acionada e, ao chegar ao local, a equipe da 49ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/São Cristóvão) encontrou Albertina e um homem morto, que seria companheiro dela. Depois, a polícia isolou a área para o Serviço de Investigação em Local de Crime (Silc) realizar a remoção dos corpos. O nome dele não foi divulgado.

No Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IMLNR), a família do homem disse ao CORREIO que ele matou a esposa e depois se arrependeu, cometendo o suicídio em seguida. Ainda segundo familiares, ele trabalhava há 10 anos no estabelecimento.

Os dois eram casados e tinham um filho. Ainda não há informações sobre o que motivou o crime. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar o caso. (Correio)