36758171_1814234855323076_5994430660402479104_n
Fledson, filho de Eduardo Pereira/Foto: ©Thomas Bauer/ CPT Bahia

Familiares e amigos de Eduardo Pereira do Santos, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais(STR) de Bom jesus da Lapa, desaparecido, têm vivido uma verdadeira angustia diante da falta de resposta para o caso, que completou neste domingo(8), 18 dias.

O sindicalista foi visto pela última vez na quinta-feira(21). Imagens de câmaras de segurança mostra o presidente saindo da sede da entidade falando ao telefone, por volta das 6h30. A ocorrência foi registrada no dia 22 de junho, e depois de várias cobranças, três delegados passaram a investigar o caso, que já foi dado como prioridade pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia e pelo próprio Governador Rui Costa. Mesmo assim, nenhuma versão oficial para a situação foi dada. A autoridade afirma a penas que as investigações correm sob sigilo e que “não podem dar mais detalhes para não atrapalhar o caso”.

Sem resposta, os familiares e amigos fizeram uma “Carta Aberta”, que foi lida por Fredson dos Santos, filho de Eduardo, na noite desta sexta-feira(06), na abertura da 41º Romaria da Terra e das Águas, na esplanada da Gruta do Bom Jesus da Lapa, clamando por solidariedade, orações, e ao mesmo tempo, por justiça. “As autoridades responsáveis, que aja a intensificação das investigações, no sentido de trazer resposta concreta para a grande angustiam que recai sobre nós da família”, frisa.

Escute a leitura da Carta Aberta  na integra: