chica

Participando de uma assembleia do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Bom Jesus da Lapa na manhã desta terça-feira (12), a ex-prefeita de Carinhanha e pré-candidata a deputada estadual, Chica do PT, no uso da fala fez várias críticas a atual conjuntura política que vive o Brasil. Convocando os participantes da reunião à uma “reflexão” sobre a importância da democracia, do voto popular e da defesa do ex-presidente Lula.

chica 5

“Nós precisamos participar, e isso só é possível por meio da democracia. Só seremos capazes de escolher os nossos representantes, o presidente do sindicato, as pessoas que acreditamos, com a democracia. E nós precisamos defender Lula livre, que é a verdadeira democracia, sabendo que nosso ‘presidente’ foi preso por perseguição política, por defender e fazer política para os menos favorecidos, e não para combater a corrupção,” frisou.

chica 4

Ela falou da importância dos trabalhadores acreditarem em si, de não ficar buscando apoio de fora, mas acreditar nas pessoas que defendem a causa do seu dia a dia, e que conhece a realidade. “Nós temos que acreditar em nós, ninguém vai defender a gente  melhor que nós mesmo. Nós temos que virar prefeitos e prefeitas, virar deputadas, vereadoras e vereadores, vice-prefeitos, nós temos que virar governadores, presidentes da republica. Porque só nós sabemos construir o que nós precisamos”. Ela também criticou os representantes do Governo Temer, e questionou: “vocês acham que Arthur Maia vai construir uma política justa para nós? Temos que fazer essa reflexão, porque eu sou cristã, cidadã e tenho essa responsabilidade. Temos que chamar a nossa responsabilidade”, falou.

chica 2

Chica do PT fez um chamando as mulheres para ocupar a mesa na frente. “Essa mesa falta mulher, temos que ocupar o esse espaço, que também é nosso. Temos que refletir, nós falamos tanto das políticas das mulheres, do empoderamento das mulheres. As mulheres tem que empoderar, ocupar o seu espaço e ajudar nas decisões, nós não queremos só servir cafezinho não, nós não queremos ficar só para puxar o lençol da cama não, nós queremos e ficar aqui nessa mesa. vamos tomar essa mesa logo, vamos começar a empoderar logo agora. Senta todo mundo aqui, nós queremos e sentar nessa mesa na frente. Nós precisamos lutar, fazer política e dizer o que a gente precisa e o que agente quer”, finalizou.

QUER COMENTAR?

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui