LojaoCosta-350x250px

miguel

Na sessão da câmara de vereadores desta quinta-feira(12), em Bom Jesus da Lapa, o presidente da Casa, Miguel Leles, fez duras críticas ao Secretário de Infraestrutura da Bahia, Marcus Cavalcanti, diante da situação de abandono que se encontra a BA 160, do estado não cumprir o que promete. “Eu estou muito chateado por ter confiado e anunciado  que a obra seria feita”.

Miguel afirmou que participou de uma audiência no dia 3 de abril, em Salvador,  com o secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, o prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro, o deputado estadual Eduardo Salles, o deputado federal licenciado e secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Sérgio Brito, o vereadores Zenilton e Maria Leles, onde  Cavalcanti garantiu lançar licitação para a recuperação de 136 quilômetros da BA – 160, no trecho entre Bom Jesus da Lapa, passando Paratinga, até Ibotirama(relembre aqui). E enquanto a obra não iniciaria, o secretário garantiu que faria uma ação  emergencial com operação tapa-buraco no trecho na semana seguinte.

O presidente destacou que o secretário fez ele mentir  para o  povo, por não cumprir a palavra. “Nós vinhemos aqui anunciar que a obra emergencial começava na próxima semana após a reunião. Infelizmente o Secretário Marcos Cavalcanti está sendo um secretário sem palavra”, criticou.

Ele lembrou, que a Seinfra ficou de fazer o  cascalhamento de 65 km da BA – 160, trecho entre a cidade de Bom Jesus da Lapa e a comunidade quilombola do Rio das Rãs, que é uma luta antiga dos moradores e da Câmara,  no entanto só fez 16 km, e o restante passou só a patrol, deixando a estrada pior do que estava(Relembre aqui).

Miguel finalizou, chamando o colega Davi Arcanjo para fazer um ofício e encaminhar para o secretário, pedindo mais responsabilidade com o povo, para cumprir o que promete, e não colocar os representantes de Bom Jesus da Lapa para mentir. “Colou a gente como porta voz de uma mentira. Nós estamos com a BA – 160  toda esburacada, sem previsão de quando vai começar a obra”, lamentou.

A respectiva estrada foi inaugurada em 1990 e na época a intenção era escoar a produção do projeto Formoso em Bom Jesus da Lapa, inclusive, a estrada era um importante elo para o Norte de Minas Gerais. Foi esquecida, sendo considerada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) por diversas vezes como uma das piores estradas do Brasil. Mesmo assim, até o momento, o assim o governo estadual, quem tem a responsabilidade pela via não mobilizou nenhuma ação para recuperar este importante trecho que dá acesso a essas comunidades.

 

LojaoCosta-350x250px

QUER COMENTAR?

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui