LojaoCosta-350x250px
A implantação do sistema de Produção Agroecológica Integrada Sustentável (Pais) está transformando a realidade de 141 famílias dos territórios de identidade Bacia do Rio Corrente, Litoral Sul, Portal do Sertão, Vale do Jiquiriçá e Velho Chico.
WhatsApp Image 2019-04-01 at 07.55.27 (1)
A experiência já mostra resultados em diversos municípios, a exemplo de Paratinga, no Velho Chico. No local, 32 famílias da comunidade rural de Carrapicho, integrantes da Associação dos Agricultores e Agricultoras Familiares do Vale do Santo Onofre, estão colhendo os primeiros resultados..
O projeto integra um conjunto de ações desenvolvidas pelo Governo do Estado, por meio do edital Socioambiental do Bahia Produtiva, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).
Além de oferecer às famílias beneficiárias serviço de assistência técnica e extensão rural (Ater), o Pais contempla a instalação de um galinheiro com área de pastagem, a aquisição de material de irrigação, matrizes de aves, mudas frutíferas e sementes de hortaliças, entre outros.
Uma das beneficiadas da ação, Raimunda Francisca destaca que a implantação do Pais está sendo inovadora na comunidade. “Nós podemos trabalhar em grupo, produzindo nosso próprio alimento, gerando renda para a comunidade e agregando valor ao produto da agricultura familiar em nosso município”, afirma.
Alguns dos objetivos do edital Socioambiental do Bahia Produtiva são apoiar ações voltadas para a melhoria do manejo dos recursos naturais nas áreas de produção agrícola e pecuária, recuperação de áreas degradadas, incentivo a outras formas de produção e beneficiamento em bases agroecológicas, assim como apoiar as iniciativas de comércio justo e solidário e a garantia da segurança alimentar e nutricional dos beneficiários.
Bahia Produtiva 
O Bahia Produtiva se diferencia de outros projetos não somente por aplicar recursos para investimentos produtivos, mas também por ofertar um serviço sistemático de Ater e apoio à gestão, ações de promoção de produtos sustentáveis e acesso a mercados, estratégia de alianças produtivas e aporte a políticas públicas complementares, entre outras iniciativas. Nos últimos quatro anos, o projeto selecionou 874 projetos em toda a Bahia, totalizando investimentos de aproximadamente R$ 290 milhões, beneficiando diretamente mais de 28 mil famílias. Ascom/SDR