“Lapenses ou não, todos somos filhos dessa cidade”: Missa em Ação de Graças pelos 94 anos de Bom Jesus da Lapa

0
LojaoCosta-350x250px
Celebrante Padre Rosilvado Motta

As comemorações alusivas aos 94 anos de emancipação política de Bom Jesus da Lapa, também tiveram o momento da devoção e fé, destacando o papel de cada morador do município  na construção da história religiosa, cultura política e econômica do lugar. “Lapenses ou não, todos somos filhos dessa cidade, disse o celebrante, Padre Rosivaldo Motta.

Movidos pelos sentimentos de fé, gratidão e esperança, centenas de fiéis, da comunidade católica, e com a participação de muitos evangélicos lotou o Santuário do Bom Jesus na manhã desta quinta-feira (31), onde participaram da Missa em Ação de Graças pelos 94 anos de Emancipação Política de Bom Jesus da Lapa. A cerimônia foi presidida pelo Padre Rosivaldo Motta e contou com a participação do prefeito Eures Ribeiro, de diversas autoridades, moradores da cidade, além de muitos romeiros.

LojaoCosta-350x250px

“94 anos do nosso município, da nossa cidade, mais esse projeto foi gestado muito antes, a cidade tem 94 anos apenas da sua emancipação política oficial, mais o seu projeto foi gestado a 326 anos. Aqui está o túmulo, que iluminado por Deus gestou a nossa cidade, Francisco de Mendonça Mar. Nada acontece sem os planos de Deus, quando é para a felicidade do seu povo. Aquele jovenzinho que chegou aqui com 22, 23 anos de idade, de nome Francisco de Mendonça Mar, que inconsciente ele estava movido por Deus, a gestar um projeto de uma cidade, onde Deus seria o Senhor, diz o Salmo 33: Feliz e a cidade onde Deus é o seu senhor”, frisou o Padre Rosivaldo.

Presença de autoridades estaduais e do município.

Falou da história do fundador do município, o português Francisco de Mendonça Mar, que guiado por Deus, saiu de Salvador, pelo sertão, com uma imagem do Jesus crucificado e outra de Nossa Senhora da Soledade descobriu grutas em 1691, onde foi sua morada por muito tempo.

Destacou também o papel da gestão municipal, que tem uma grande responsabilidade diante de todos os seguimentos da sociedade lapense, precisa ser iluminado por Deus para tomar as melhores decisões.

Prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro

No uso da fala o prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro, falou que não é fácil governar na atual conjuntura política do país, no entanto a gestão municipal tem dado passos importantes. Destacou as mudanças que a prefeitura já fez para dar melhores condições para os Romeiros e valorizar ainda mais o Santuário do Bom Jesus. Agradeceu o Santuário do Bom Jesus. “O turismo religioso que chega aqui, por isso que nós fizemos aquela estátua para agradecer. Nós agradecemos a vocês o crescimento da cidade; a Lapa cresceu aos pés do Bom Jesus”.

Pontuou que os gestores de Bom Jesus da Lapa precisam sempre trabalhar em parceria com o Santuário, valorizando sempre a romaria.

A cidade  que tem no turismo religioso um dos pontos fortes da economia, surgiu no entorno do morro. Outras fontes de renda são o comércio,  a fruticultura do perímetro irrigado Formoso, se destacando como o maior produtor de banana do Brasil, a agricultura familiar, e agora com o maior parque solar em atividade do país.