Paróquia redentorista de Bom Jesus da Lapa articula diálogo para melhorias na rodovia BA-160

0
LojaoCosta-350x250px

De acordo com o Missionário Redentorista, padre Marcos da Silva, parte da rodovia foi construída para beneficiar fazendeiros que viviam na região e já são mais de 20 anos que a rodovia não recebe serviços de recuperação.

LojaoCosta-350x250px

“Nós, Missionários Redentoristas, estamos inseridos nesse território, que faz parte da Paróquia São João Batista. E, como paróquia, apoiamos o povo nas manifestações e reflexões, além de ser ponte entre governo e autoridades locais”, afirma  o missionário.

Atento à reivindicação, em 2018, o governador Rui Costa, esteve na cidade e garantiu a obra. Porém, depois de dois anos, dos 65 quilômetros prometidos, licitados e publicados no Diário Oficial do Estado, foram recuperados somente dezesseis alternados.

Aliado a isso, é alto o número de acidentes letais ao longo da rodovia. “Foram tantos dos nossos que morreram neste trajeto para acessar educação, saúde e o pão de cada dia até a cidade. Quantos mais terão que morrer?”, questiona uma moradora.

Enquanto as estradas continuam intrafegáveis, o Governo liberou quase 20 milhões de reais para as obras do Aeroporto em Bom Jesus da Lapa, com início previsto para agosto. “Um aeroporto atenderá aos romeiros que vêm de fora da cidade, porque o povo por aqui anda de carro ou de ônibus”, esclarece padre Marcos da Silva.

Por estes motivos, a comunidade católica e mais de 15 lideranças exigem diálogo como forma de enfrentar e superar a indiferença do governo estadual. “A força do movimento renova nossas esperanças em dias melhores”, sinalizam as lideranças, em carta-manifesto do dia 16 de julho passado.

Atualmente, existem cerca de 3.500 famílias que vivem naquele trecho da BA-160, entre Bom Jesus da Lapa e a cidade de Malhada.

Fonte: Matheus Coimbra, jornalista e estudante redentorista

QUER COMENTAR?

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui