Umidade do ar baixa: temperatura acima de 36 graus traz risco à população da região de  Bom Jesus da Lapa

0
LojaoCosta-350x250px

 

Cristo na entrada da cidade de Bom Jesus da Lapa/Foto: Acervo do Santuário do Bom Jesus.

“O sol hoje está queimando sem dó. […]vai pegar fogo” . Característica de ambiente ou clima muito quente e sem vento; abafado. Estes são alguns adjetivos  e definições  usados na região de Bom Jesus da Lapa nestes últimos dias. Após uma semana de muito calor, a previsão para o final de semana  é de temperatura que pode superar os 36 graus Celsius. A previsão será de sol, com algumas nuvens, mais não chove.

O INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) publicou aviso de alerta: a Umidade relativa do ar variando entre 20% e 12%. Risco de incêndios e à saúde. Ressecamento da pele, desconforto nos olhos, boca e nariz.A alta nos termômetros não surpreende já é “rotina”, mas sempre causa preocupação com a saúde. A previsão é que uma grande massa de ar seco deve continuar predominando sobre o Nordeste nos próximos dias. Não há previsão de chuvas para Bom Jesus da Lapa.

A umidade do ar, nas horas mais quentes do dia vai continuar muito baixa, variando entre 10% a 20%. Atenção: o nível de umidade do ar pode ficar abaixo de 12% (Estado de Emergência) na região de Barreiras, Bahia. Esse clima pode ter impactos importantes na saúde. A Organização Mundial da Saúde (OMS) fixa como mínimo razoável o índice de 30% de umidade. A seca pode gerar baixa da pressão arterial, com sensação de cansaço.

Mas para o pneumologista e membro da Sociedade Brasileira de Pneumonia e Tisiologia (SBPT), Carlos Viegas, a maior preocupação deve ser com as doenças respiratórias. “Rinite, sinusite, pneumonia e outras enfermidades decorrentes do processo inflamatório nas vias aéreas são comuns”, ressalta Viegas.

Uma sugestão do médico para que as pessoas verifiquem se estão com a hidratação adequada é a observação da urina. Quanto mais próxima a coloração estiver da água, mais hidratada uma pessoa está. Já se a cor da urina estiver próxima de amarelada forte é importante reforçar o consumo de água ao longo do dia. A sugestão é beber, pelo menos, 3 litros de água por dia.

Para quem não costuma tomar muita água é adequado aumentar o consumo gradativamente. “A sugestão é não esperar o corpo demandar, mas procurar beber um copo por hora”. Mas o cuidado com o excesso também é importante. “Não precisa exagerar. Quem bebe muita água pode ter baixa de pressão”. Além disso, é importante evitar atividades físicas entre 11h e 16h e se proteger do sol, evitando ficar em ambiente aberto durante muito tempo e sempre lembrando de passar o protetor. Em momentos de baixa umidade, o uso do umidificador também é recomendável.

Informações Geraldo José e  INMET

LojaoCosta-350x250px