Brasil tem mais templos religiosos do que escolas e hospitais, aponta o IBGE

0
GrupoSCosta-350x250px

 

Fiel segura terço nas mãos enquanto enquanto faz oração, em foto ilustrativa — Foto: Gabriel Bouys/AFP

Dados do Censo 2022 divulgados nesta sexta-feira apontam que o total de templos religiosos no Brasil ultrapassa o número de escolas e hospitais somados.

Segundo o relatório, são 580 mil templos de diferentes religiões ante 264 mil instituições de ensino e 264 mil unidades de saúde – que juntos somam 512 estabelecimentos.

BahiaFArmShow-350x250px

Na lista de estados de “mais religiosos” estão em primeiro o Amazonas, com cerca de um templo religioso para cada 68 domicílios; em seguida o Acre, com 69 na mesma proporção; e o Amapá em terceiro lugar, com cerca de 79.

A partir dos dados, observa-se que a região Norte do país é a que soma mais igrejas e templos em comparação ao número de residências, com 459 a cada 100 mil habitantes. No total, a região contabiliza 79.650 igrejas.

Por outro lado, a região Sul – com os estados do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina – tem a menor proporção de estabelecimentos religiosos por 100 mil habitantes, com 226.

Confira o ranking de estados mais religiosos:

Estado / Proporção (Número de residências para cada tempo religioso)

  • Amazonas – 68
  • Acre – 69
  • Amapá – 79
  • Pará – 81
  • Rondônia – 95
  • Roraima 98
  • Manaus – 102
  • Espírito Santo – 114
  • Tocantins – 127
  • Bahia – 130
  • Paraíba – 133
  • Rio de Janeiro – 140
  • Piauí – 140
  • Mato Grosso do Sul – 148
  • Mato Grosso – 151
  • Alagoas – 151
  • Sergipe – 155
  • Ceará – 156
  • Minas Gerais – 161
  • Pernambuco – 164
  • Goiânia – 169
  • Rio Grande do Norte – 170
  • Paraná – 200
  • Rio Grande do Sul – 202
  • Santa Catarina – 215
  • Distrito Federal – 216
  • São Paulo – 234

O Censo também analisou os templos por tipos de endereços, indicando que a maior parte dos logradouros são propriedades particulares, como casas e apartamentos – no total, 90,6 milhões de domicílios particulares. Em seguida, estão os estabelecimentos de outras finalidades, como lojas, prédios públicos e culturais, com 11,7 milhões.

O Censo chegou a contabilizar estabelecimentos agropecuários, com 4 milhões; edificações em construção, com 3,5 milhões; e os domicílios coletivos (hotéis, presídios, pensões, asilos), com 104,5 mil.