Eletrobras diz que sua privatização pode se revertida pelo governo Lula

0
GrupoSCosta-350x250px

 

Foto: Assessoria/Eletrobras

A Eletrobras revelou aos investidores que que existe a possibilidade ser revertida pelo atual governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Em comunicado enviado, aos acionistas, a empresa disse que Lula questionou a privatização.

“A nossa privatização ainda pode ser contestada formalmente pelo presidente recém-eleito e seus aliados políticos que se opõem a ela. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva emitiu declarações públicas questionando nossa privatização e solicitou formalmente à AGU a realização de um estudo para avaliar os fundamentos legais […] Se o presidente conseguir contestar essas disposições, o governo brasileiro pode tentar recuperar o controle sobre nós”.

BahiaFArmShow-350x250px

A Eletrobras também diz que a “incerteza política” pode desacelerar a economia. Ao citar a vitória de Lula nas eleições presidenciais de 2022, a empresa diz que há dúvidas sobre “a capacidade do novo governo de implementar mudanças relacionadas às políticas monetária, fiscal e social políticas de segurança”.

A privatização da Eletrobras foi feita pelo governo do ex-presidente Jair Bolsonaro. O processo foi concretizado em 2022 e considerado a grande vitória da gestão bolsonarista nesse campo. Em março deste ano, Lula defendeu que o governo volte a ser “dono” da Eletrobras e criticou o processo de desestatização ao descrevê-lo como “um crime de lesa-pátria.”