Bahia registra 47 mortes por dengue e mais de 150 mil casos prováveis da doença

0
GrupoSCosta-350x250px

 

(Foto: Cadu Rolim /Fotoarena/Folhapress)

A Bahia registrou 47 mortes por dengue e 153.404 casos prováveis da enfermidade em 2024. Os números foram divulgados e atualizados pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), nesta segunda-feira (22). Os dois últimos óbitos foram notificados em Coaraci, no sul da Bahia, e Luís Eduardo Magalhães, no extremo oeste do estado.

As identidades e informações sobre as vítimas não foram divulgadas pela pasta. De acordo com o órgão, houve um aumento de 702,9% no número de casos, em comparação ao ano passado. Em 2023, foram obtidos cerca de 19.106 casos prováveis.

BahiaFArmShow-350x250px

A Sesab informou que Vitória da Conquista segue liderando o número de casos, com 24.111, seguida por Salvador, com 6.796, e Feira de Santana, com 6.239 casos prováveis da doença. Já a taxa de letalidade na Bahia é de 2,9%, menor do que a média nacional.

No geral, foram confirmados 47 óbitos por dengue nos municípios de Vitória da Conquista (10), Jacaraci (4), Juazeiro (4), Feira de Santana (3), Piripá (3), Barra do Choça (2), Caetité (2), Coaraci (2), Santo Antônio de Jesus (2), Bom Jesus da Lapa (1), Caculé (1), Caetanos (1), Campo Formoso (1), Carinhanha (1), Encruzilhada (1), Guanambi (1), Ibiassucê (1), Irecê (1), Ipiaú (1), Luís Eduardo Magalhães (1), Palmas de Monte Alto (1), Santo Estevão (1), Seabra (1) e Várzea Nova (1).

Atualmente, 256 municípios se encontram em epidemia de dengue. Outros 69 estão em risco e 43 estão em alerta.