Apenas serviços essenciais poderão funcionar neste final de semana em Bom Jesus da Lapa; veja o que é permitido

0
LojaoCosta-350x250px
Foto: Ilustrativa

Seguindo o  decreto estadual nº 20.260, apenas atividades e serviços considerados essenciais poderão funcionar em Bom Jesus da Lapa, das 18h desta sexta-feira (5) até às 5h de segunda-feira (8). A venda de bebidas alcóolicas, inclusive por sistema de entrega em domicílio (delivery), está proibida durante o período mencionado. As medidas  restritivas visam diminuir evitar a propagação da Covid-19 e diminuir o número de casos ativos da doença no município. O toque de recolher, das 20h às 5h, foi prorrogado até o dia 1º de abril de 2021.

Serviços essenciais

Poderão funcionar farmácias; lojas de alimentos em geral (supermercados, açougues, hortifrutigranjeiros e similares); padarias, postos de combustíveis; distribuidoras de gás e lojas de materiais de construção e de vendas de alimentação e remédios para animais.  Ainda integram o rol de serviços permitidos, lotéricas e lojas de insumos ou equipamentos para saúde.

LojaoCosta-350x250px

Os serviços de entrega de alimentação em domicílio poderão funcionar até meia-noite. Delivery de farmácia e atividades profissionais de transporte privado de passageiros; além dos terminais rodoviário e aéreo também estão excetuados das restrições previstas.

Serviços não essenciais

As atividades não essenciais, deverão encerrar seu funcionamento no dia 05 de março de 2021, nos seguintes horários:
I – 17h: o comércio de rua;
II – 18h: os bares e restaurantes, com atendimento presencial;
III – 19h: demais pontos comerciais.

A  determinação que vale para todo o território do município de Bom Jesus da Lapa também proíbe  a realização de eventos esportivos (campeonatos, torneios, babas), qualquer modalidade esportiva que seja de contato físico direto. Já os   atos religiosos litúrgicos poderão ocorrer, respeitados os protocolos sanitários estabelecidos, especialmente o distanciamento social adequado e o uso de máscaras, bem como com capacidade máxima de lotação de 30% (trinta por cento).

A restrição não se aplicará aos servidores, funcionários e colaboradores, no desempenho de suas funções, que atuam nas unidades públicas ou privadas de saúde. A Vigilância Sanitária Municipal, Guarda Municipal, Polícia Civil, Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros  continuarão  responsáveis  por a medida necessária adotada pelo Município.

Confira na integra o Decreto 076/2021, divulgado pela prefeitura na tarde desta sexta-feira. 

Curta a página do Notícias da Lapa e recebe conteúdos exclusivos. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (77) 99834-7559.