Faculdade Pitágoras promove evento jurídico on-line gratuito

0
LojaoCosta-350x250px

A Tarde

Diante da pandemia da COVID-19 e da necessidade do isolamento social como medida preventiva para reduzir a transmissão do Coronavírus, as dez unidades da Faculdade Pitágoras tem buscado alternativas para realizar suas atividades, por meio dos recursos tecnológicos. Assim, a instituição realiza a I Semana Jurídica On-line, que acontece com a transmissão no aplicativo do Instagram, até esta sexta-feira (3), às 21h. Estão sendo abordados temas ligados ao Direito, com acesso gratuito e aberto ao público, com entrega de certificação. Os interessados podem se inscrever através do link https://bit.ly/semanajurídicaonline.

LojaoCosta-350x250px

A I Semana Jurídica On-line é uma iniciativa das Faculdades Pitágoras Alagoinhas, Bom Jesus da Lapa, Brumado, Camaçari, Guanambi, Irecê, Itabira, Pouso Alegre, Santo Antônio de Jesus e Serrinha. Segundo os organizadores, o evento é uma oportunidade para a interação de estudantes, profissionais do Direito e interessados na área.

Confira a programação completa:

– 01/04: Conflitos Entre as Normas Constitucionais em Tempos de Isolamento Social, com Prof. Rodrigo Portela, da Pitágoras Guanambi. Para assistir, basta acessar o perfil @pitagorasguanambioficial;

– 01/04: Efeitos da Medida Provisória 927/2020 nas Relações de Trabalho, com Profª Milena Fernandes, da Pitágoras Santo Antônio de Jesus. Para assistir, basta acessar o perfil @pitagoras.saj;

– 02/04: Efeitos Jurídicos nas Relações Contratuais em Tempos de Pandemia, com Prof. Alexandre Ferreira, da Pitágoras Pouso Alegre, e mediação do prof. Ubiratan de Castro Natali, da Pitágoras Itabira. Para assistir, basta acessar um dos perfis: @pitagoraspousoalegre ou @faculdadepitagorasitabira;

– 03/04: Crise nos Direitos Sociais em Tempos de Pandemia, com Prof. Santo Ádamo, da Pitágoras Bom Jesus da Lapa, e mediação do prof. João Paulo, da Pitágoras Serrinha. Para assistir, basta acessar um dos perfis: @pitagorasalagoinhas ou @pitagoras.serrinha.