Luto: Morre idosa Lapense de 123 anos que poderia ser a pessoa mais velha do mundo

0
GrupoSCosta-350x250px

 

Comemoração do aniversário de 120 de dona Maria Gomes no ano de 2020  — Foto: Acervo pessoal

Neste sábado(8), foi confirmada a morte de Maria Gomes dos Reis, conhecida como dona Roxa, moradora da cidade de Bom Jesus da Lapa, oeste da Bahia. Nascida  em 16 de junho de 1900, no povoado Bela Vista, interior do município, portanto, aos 123 anos, ela era avaliada pelo Guinness Book para ser a pessoa mais velha do mundo.

Em razão da idade,  a centenária já não conseguia mais andar e vivia acamada. A aposentada morava com uma neta, já que todos os filhos  já tinha morrido.

BahiaFArmShow-350x250px

Dona Roxa não era apenas uma figura anônima na cidade; ela era uma pessoa bastante conhecida e admirada. Já havia sido tema de reportagens do Notícias da Lapa e na  TV Oeste, além de ser homenageada  na Feira da Assistência Social.

A prefeitura de Bom Jesus da Lapa junto com os familiares  tentavam reconhecer Dona Roxa pelo Guinness Book, o Livro dos Recordes, como a mulher viva mais velha do mundo. O processo estava em andamento.

Guiness Book
Hoje, o título de mulher mais velha do mundo ainda viva pertence a uma brasileira. Deolira Glicéria Pedro da Silva de Porciúncula, do Rio de Janeiro, é reconhecida com o recorde, nascendo no dia 10 de março de 1905 – ou seja, cinco anos mais nova que Dona Roxa, que nasceu no ano de 1900.

QUER COMENTAR?

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui