Covid-19: morre voluntário brasileiro que participava de testes com vacina de Oxford

0
LojaoCosta-350x250px
Reprodução

Um voluntário brasileiro que participava dos testes da vacina de Oxford, produzida pela AstraZeneca, morreu devido à complicações da covid-19. Ainda não há informações se o voluntário estava tomando a vacina ou o placebo.

Segundo informações do G1, o jovem de 28 anos é um médico do Rio de Janeiro e sua morte foi notificada à a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) no dia 19 de outubro.

LojaoCosta-350x250px

A Anvisa destaca que foi informada que o comitê independente que acompanha o caso sugeriu o prosseguimento do estudo. O processo, portanto, permanece em avaliação.

“Em relação ao falecimento do voluntário dos testes da vacina de Oxford, a Anvisa foi formalmente informada desse fato em 19 de outubro de 2020. Foram compartilhados com a Agência os dados referentes à investigação realizada pelo Comitê Internacional de Avaliação de Segurança. É importante ressaltar que, com base nos compromissos de confidencialidade ética previstos no protocolo, as agências reguladoras envolvidas recebem dados parciais referentes à investigação realizada por esse comitê, que sugeriu pelo prosseguimento do estudo. Assim, o processo permanece em avaliação”, diz o comunicado da Anvisa.

A vacina de Oxford está na fase 3 de testes e é a principal aposta do governo federal para o combate ao coronavírus. Vale lembrar que neste momento está sob análise para liberação da Anvisa a vacina chinesa CoronaVac.