Michelle Bolsonaro analisa polêmica de Ivete e Baby e garante que apocalipse ‘acontecerá’

0
GrupoSCosta-350x250px

 

Foto: Isac Nóbrega/PR

A ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro (PL) comentou a polêmica entre as cantoras Baby do Brasil e Ivete Sangalo que protagonizaram momento inusitado no sábado, 10. As artistas divergiram sobre a ocorrência do apocalipse e baiana rebateu que ia “macetar” para evitar o momento. A presidente do PL Mulher citou versículos bíblicos e rebateu a fala do vocalista da banda Psirico, Márcio Victor. “Acontecerá, você acreditando ou não”, afirmou ela.

O cantor tinha criticado Baby do Brasil e, durante o desfile no circuito Osmar, na Bahia, disse que: “Quem acredita em Deus levanta a mão. Manda Baby do Brasil tomar o remédio. Baby do Brasil precisa tomar o remédio! O apocalipse não vai chegar aqui não, Deus abençoou o povo”.

BahiaFArmShow-350x250px

Entenda polêmica

Baby curtia o trio elétrico de Ivete na noite do sábado, 10, quando recebeu um microfone e começaram a conversar. No fim de sua fala, a carioca alertou: “Todos atentos porque nós entramos em apocalipse. O arrebatamento tem tudo para acontecer entre cinco e 10 anos”.

Com bom humor, Ivete respondeu: “Eu não vou deixar acontecer, porque não tem apocalipse quando a gente maceta o apocalipse”. A fala foi uma referência a “Macetando”, canção em parceria com Ludmilla lançada em 2023 com potencial para ser considerada um dos hits do Carnaval de 2024.

No dia seguinte, ela, que é pastora, fez uma publicação no Instagram negando que as duas teriam brigado. ”Em breve postarei o vídeo da Ivete me honrando, pra vocês saberem que não tivemos nenhuma briga”, escreveu a cantora na legenda.

Ela completou dizendo: “Eu amo a Ivete ela é uma amiga antiga e Jesus a ama muito mais ainda! Tudo o que aconteceu está na direção de Deus!”. Baby aproveitou o momento para reforçar a ideia de que um apocalipse pode acontecer, dizendo que em breve fará uma live sobre o assunto.