Ibotirama é o primeiro município da região a  formalizar intenção de obter a vacina CoronaVac

0
LojaoCosta-350x250px
Prefeito de Ibotirama, Laércio Santana/Foto: José Hélio/Notícias da Lapa

O município de Ibotirama, no Território Velho Chico, é o primeiro da região a formalizar a intenção de obter a vacina CoronaVac.  A solicitação para o  Instituto Butantan de São Paulo foi oficializada  pelo prefeito Laércio Santana, que é médico, no final de dezembro de 2020.

O documento prevê o fornecimento inicialmente de 5 mil  doses da vacina desenvolvida pela Biotech chinesa Sinovac. A proposta  faz parte de um  plano de imunização que já está sendo construindo no  município.

LojaoCosta-350x250px

Em entrevista ao site Notícias da Lapa na manhã desta quinta-feira(7), o prefeito Laércio, destacou que ele enquanto médico preocupa-se com a saúde da população de Ibotirama, e que a gestão está buscando junto ao Instituto Butantan acelerar o processo de aquisição da vacina CoronaVac, já que todo o país quer, diante de uma pandemia que deixou  o mundo e o Brasil com muitas dificuldades.

“Eu como médico e atual gestor do município, busquei adiantar o processo, para que a minha  população consiga a vacinação. E assim, devolvermos à sociedade o direito de ir e vir com mais tranquilidade, resgatando o nosso cotidiano normal”.

O prefeito  Laércio afirmou que a gestão demostrou interesse pela CoronaVac, e o Instituto Butantan já respondeu. “Nós estamos nos tramites para que isso se desenvolva”. Ele destaca que a prefeitura está buscando antecipar o andamento do processo, no entanto, respeitando todos os protocolos da Anvisa. E assim que a Anvisa liberar, respeitar todos os prazos legais, diante da situação, eu me adiantarei e tentarei vacinar a população, o mais   rápido possível, principalmente os grupos de risco”.

O gestor finaliza sua fala, afirmando que o Governo Federal deverá agilizar o  processo de vacinação logo, no entanto o município quer adiantar, e fazer com que o município volte a rotina normal.

Dados de estudo realizado no Brasil e divulgados nesta quinta-feira (7), indicam que a vacina vacina contra o coronavírus, desenvolvida pelo Butantan e a chinesa Sinovac, tem eficácia de de 78% a 100% contra a covid-19.

Também nesta quinta, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou  que está fechando contrato para compra de 100 milhões de doses da Coronavac.  O ministro voltou a afirmar que a vacinação no País começa, no melhor cenário, em 20 de janeiro.

Curta a página do  Site Notícias da Lapa e mantenha-se atualizado diariamenteclique e participe.