Municípios da região de Bom Jesus da Lapa começam a receber vacina de Oxford

0
LojaoCosta-350x250px
Chegada da vacina em Ibotirama/Foto: Divulgação

A região de Bom Jesus da Lapa, no Território Velho Chico,  começou  a receber as  doses da vacina de Astrazeneca/Oxford, na tarde deste domingo(24).  A primeira cidade  a receber a vacina de Oxford na região  foi Ibotirama.

As doses fazem parte do lote fabricado pelo Instituto Serum, da Índia, e têm uso emergencial autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

LojaoCosta-350x250px

A nova remessa de vacina contra a covid-19 chegou ao Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar, no final da manhã deste domingo (24). E no início da tarde o  imunizantes da Astrazeneca/Oxford  começaram a serem distribuída  em Salvador e cidades da Região Meteopolitana e interior da Bahia. O Estado  recebeu 119.500 doses da vacina.

A vacinação acontece no estado, por enquanto, somente com as primeiras vacinas enviadas pelo Instiuto Butantan, a Coronavac, mas agora vai ganhar esse reforço. A estimativa é de que 119,5 mil doses da vacina da Oxford chegariam.

Por enquanto, estão sendo vacinados trabalhadores de saúde que atuam na linha de frente contra a covid, idosos que vivem em abrigos e  indígenas, aldeados e comunidades ribeirinhas (quando houver).

Como a segunda dose da vacina de Oxford pode ser tomada em até 90 dias, dessa vez o Estado vai adotar a estratégia de usar todas as doses que chegaram hoje para vacinar o máximo de pessoas possíveis – com a Coronavac, metade das doses foram guardadas para a segunda aplicação. “Por possuir resposta imunológica precoce  ampla, garantindo que se possa esticar o prazo de aplicação da segunda dose para 90 a 120 dias à frente, isso permitirá que apliquemos todas as doses sem que seja preciso guardar 50%, como ocorreu com a Coronavac”, disse o secretário da Saúde, Fábio Villas-Boas.