Codevasf promove curso de beneficiamento de pescado no IFBaiano, em Bom Jesus da Lapa

0
LojaoCosta-350x250px

 

Foto: Codevasf

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) promoveu neste mês um curso de beneficiamento de pescado e produção de derivados de peixe no campus do Instituto Federal Baiano (IFBaiano) de Bom Jesus da Lapa, município sede da 2ª Superintendência Regional. Participaram do curso 25 pessoas ligadas à culinária local, como cozinheiras e donos de restaurantes, empreendedores e servidores da área de alimentação do IFBaiano, entre outros representantes da sociedade local. Os participantes terão a missão de atuar como multiplicadores dos conhecimentos adquiridos.

O treinamento foi ministrado por Maria Aparecida Mendes, mais conhecida como Cida Pescadora. “O principal objetivo desse curso é gerar emprego e renda para atividade da pesca artesanal ou da criação em tanques, agregando valor ao peixe. Outro grande objetivo é não gerar lixo, não gerar resíduo. Aproveitamos e reciclamos os resíduos durante o trabalho de beneficiamento. Beneficiar não é só fazer o produto final, como a linguiça; é gerar produtos como a compostagem, a farinha de osso, ração para animais, produtos de artesanato, a partir da escama, da espinha, do couro, que seriam descartados”, explica.

“A Codevasf é uma parceira há muitos anos e não está interessada em que eu capacite nesses cursos apenas o produtor, mas também as merendeiras, para que coloquem os produtos de peixe na merenda escolar, além do pessoal dos restaurantes e bares. Há quem pesque, quem crie, quem beneficie, quem compre e quem consuma”, completa Maria Aparecida, que reside em Sobradinho (BA) e é beneficiadora de pescado e consultora técnica com mais de 40 anos de experiência.

Capacitação — Essa é a terceira edição do curso realizada pela Codevasf na área de atuação da 2ª Superintendência Regional. As primeiras edições ocorreram em 2019, em Santa Maria da Vitória, e na comunidade ribeirinha de Palmas de Passos, em Serra do Ramalho. A cada edição, novos produtos são adicionados ao treinamento.

Fortefarma-350x250px

“A ideia de realizar esses cursos de beneficiamento de pescado surgiu da necessidade de fechar um ciclo. A Codevasf já faz, há um bom tempo, a entrega de alevinos, orienta os produtores sobre a criação em tanques-rede ou em tanques escavados, transmite os conhecimentos sobre alimentação, manejo e logística, mas ainda faltava a criação de produtos. A Codevasf realiza cursos também sobre a produção de biojoias, utilizando escamas de peixe”, explica a engenheira de pesca Isabel Rivas, técnica da 2ª Superintendência da Companhia.

Foram abordados na formação aspectos da produção voltados para restaurantes, lanchonetes, supermercados e para a merenda escolar. Entre as atividades houve beneficiamento de pescado para elaboração de filé de peixe e outros pratos, com aproveitamento de sobras para produção de linguiça, espetinho, hamburguer, bolinhos, caldo concentrado e fishburguer, além de reciclagem de resíduos e artesanato com escamas e couro do peixe, entre outros itens.

“Vim participar do curso com a intenção de aprender a tirar espinha do peixe, principalmente do tambaqui, e aprendi uma técnica muito boa para fazer uma moqueca de tambaqui sem espinha, além do bolinho de peixe e outras coisas que, com certeza, vão agregar valor ao meu restaurante”, relata a participante do curso Leidiane da Silva, pescadora, dona de restaurante e moradora da comunidade quilombola da Barrinha, em Bom Jesus da Lapa. Fonte: Codevasf

QUER COMENTAR?

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui