Reunião entre a Comissão da BA-160  e o Consórcio Velho Chico define  início das obras de revestimento primário do trecho entre Bom Jesus da Lapa e Rio das Rãs

0
LojaoCosta-350x250px

 

LojaoCosta-350x250px

Os componentes de mobilização pela recuperação da  BA 160, compostos por vários representantes das comunidades quilombolas participaram de uma importante reunião realizada na última  quinta-feira(17), no Consórcio velho chico, para o alinhamento das informações para o início das obras  de Revestimento Primário entre a  cidade de Bom Jesus da Lapa, até  o território Quilombola do Rio das Rãs.

Os representantes ouviram dos responsáveis pelo consórcio que as obras começarão nestes 5 dias, através de contrato da Seinfra – Secretaria de infraestrutura do estado do governo da Bahia com o CDS Velho Chico

O contrato foi publicado no mês passado pela  Secretaria de Infraestrutura,   de forma emergencial, logo  após início das obras de recuperação do trecho da BA-160  entre Ibotirama e Bom Jesus da Lapa com asfaltamento.  O Consórcio recuperará  66 km da via, do trecho que se inicia no trevo da BR – 430, até o Rio das Rãs. O valor da obra é de R$ 3 milhões, com prazo de 210 dias.

O contrato emergencial, por dispensar de licitação,  foi feita após  cobrança  das representações, comunidades quilombolas da região, como também do poder político local. As representações da  Comissão da BA-160 afirmam que continuarão lutando pela recuperação total da via, e espera agora,  que a Secretaria de Infraestrutura elabore o  projeto de recuperação asfáltica do trecho da via entre  Bom Jesus da Lapa e Malhada.

A BA 160 começa em Ibotirama e termina em Malhada, é a principal estrada que liga Bom Jesus da Lapa a dezenove comunidades, a maioria delas quilombola, onde está localizada uma das primeiras comunidades quilombolas reconhecidos no Brasil, Rio das Rãs, interior do município.