Eleições 2020: 140 candidatos irão concorrer às 15 vagas da Câmara de Bom Jesus da Lapa

0
LojaoCosta-350x250px

Com informações Agência Sertão/Noticias da Lapa

Planária da Câmara de Vereadores de Bom Jesus da Lapa/Foto: José Hélio/Notícias da Lapa

Terminou neste sábado (26), o prazo para os partidos políticos registrarem seus candidatos para as eleições 2020. Em Bom Jesus da Lapa, oito partidos lançaram 140 candidatos às 15 cadeiras legislativas disponíveis na Câmara Municipal, concorrência de quase 10 candidatos por vaga. Para a prefeitura, três candidaturas foram registradas –Fábio Nunes Dias (PSD), João Alexandre Leão Magalhães(DEM) e Moizés Barbosa da Costa(PSDB).

LojaoCosta-350x250px

Todos os candidatos foram formalizados e terão suas candidaturas avaliadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Opositores e o Ministério Público Eleitoral podem apresentar impugnações às candidaturas e os candidatos podem ser impedidos de disputar caso seja constatada alguma irregularidade ou impedimento.

Independente do deferimento dos registros, a partir deste domingo (27), os postulantes aos cargos eletivos podem divulgar seus números e pedir votos, tanto pessoalmente quanto pela internet. No dia 9 de outubro começa a propaganda eleitoral gratuita no rádio. As eleições serão realizadas no dia 15 de novembro em turno único no município. Nas cidades onde ocorrer o segundo turno, essa votação será no dia 29 de novembro.

Dos 15 atuais vereadores, 11 são candidatos á reeleição. Os vereadores Fábio Nunes e Miguel Leles, ambos do PSD, irão concorrer ao cargo de prefeito e vice-prefeito. Os vereadores Neto Magalhães(DEM) e Rita Ribeiro(PSD)  não irão  concorrer.

Com relação a 2016,  houve uma pequena diminuição  no número de candidaturas ao cargo de vereador. Na última eleição municipal, 142 pessoas concorreram a uma vaga na Câmara Municipal.

Do total de candidatos ao legislativo, 93 são do sexo masculino e 47 do sexo feminino. As mulheres estarão representadas em 2020 nas eleições com 30,1% das candidaturas, percentual mínimo exigido pela legislação eleitoral que determina cotas de vagas para mulheres concorrerem nos cargos de eleições proporcionais.

O partido PSC lançou  o número máximo permitido de candidatos a vereador, 23. O Avante  concorrerá com 22 nomes, o PP 20, PSD com 17, PT com 16, PSDB com 13, o Solidariedade com 12, DEM com 10 e Rede  com 7 candidatos.

Fábio Nunes Dias conta com apoio dos candidatos de seu partido, o PSD, do Avante, PP e do  PT. João Alexandre Leão Magalhães é apoiado pelos candidatos do DEM e Solidariedade, enquanto Moizés Barbosa da Costa tem apoio apenas de candidatos a vereador de seu partido. Os candidatos da Rede não apoiam formalmente nenhum candidato a prefeito.

Em 2020, pela primeira vez, não foi permitida a coligação entre partidos para a disputa das eleições de vereador. Os partidos puderam lançar até 1,5 vezes o número de cadeiras existentes. Já para a eleição de prefeito, os partidos puderam formar as alianças como nos anos anteriores.