“Ninguém vai proibir que o Brasil aprimore sua relação com a China”, diz Lula

0
GrupoSCosta-350x250px
Lula cumpre agenda oficial no país acompanhado de ministros e da primeira-dama, Janja Foto: Ricardo Stuckert/PR

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) declarou nesta sexta-feira (14), em Pequim, onde se reuniu com o presidente da China, Xi Jinping, que deseja aprofundar as relações entre os dois países em diversas áreas nos próximos quatro anos e que “ninguém” poderá proibir essa aproximação.

“Fizemos visita à Huawei, em uma demonstração que queremos dizer ao mundo que não temos preconceito em nossas relações com os chineses. Ninguém vai proibir que o Brasil aprimore sua relação com a China”, disse o presidente na reunião aberta entre os líderes.

Lula cumpre agenda oficial no país acompanhado de ministros e da primeira-dama, Janja. Em discurso antes da reunião com Xi Jinping, Lula falou em intensificar as relações Brasil-China em áreas como ciência e tecnologia; intercâmbio de estudantes universitários; relações culturais; estratégias de combate às mudanças climáticas; energia limpa; e produção de carros e ônibus elétricos.

BahiaFArmShow-350x250px

“Penso que a compreensão que o meu governo tem da China é de que nós precisamos trabalhar muito para criar uma relação Brasil-China que não seja apenas uma relação meramente de interesse comercial. Se bem que o interesse comercial é muito importante”, disse Lula.