Servidores públicos de Carinhanha denunciam atraso no pagamento do 13º e terço de férias e prefeito diz que “o dinheiro não tá conta e só quem faz milagre é Deus”

0
LojaoCosta-350x250px
Servidores cobravam direitos há dois anos – Foto: (Radar Guanambi)

Servidores de Carinhanha denunciam que estão sem receber o 13º salário, cujo prazo venceu no último dia 20. O terço de férias também não está sendo pago a várias categorias e de acordo com representantes do Sindicato dos Servidores locais, o SINSPUC, servidores estão há vários anos sem receber o benefício que deveria pago junto com as férias.

Diante do impasse e sem uma data concreta para os pagamentos, servidores manifestaram preocupação.
“Pais e mães de famílias estão aqui sem saber o que fazer. Muitos já fizeram compromisso e agora estão com suas dívidas em atraso. Até a feira do mercado de muitos está sem ser paga”, disse uma servidora da educação.

LojaoCosta-350x250px

O presidente do SINSPUC, Lucas Lopes do Nascimento, convocou uma reunião extraordinária para a manhã desta sexta-feira (27) com os servidores para tratar desses assuntos em caráter de urgência.
Em áudio divulgado nas redes sociais, ele disse que esteve na prefeitura por diversas vezes e não obteve uma resposta oficial. “Sempre busquei as informações, e até o momento, as informações não são precisas”.

“São todos os servidores, merendeiras, faxineiras, porteiros, vigias, pessoal da saúde, administração, professor, todos estão prejudicados, ainda não receberam o seu décimo terceiro e estão aguardando seu terço de férias”, disse Lucas em áudio convocatório.

Atendendo ao pedido do sindicalista, pelo menos 100 servidores compareceram a reunião, que foi considerada pela categoria como um sucesso por ter sido convocada com menos de 24 horas de antecedência.
De acordo com as representações, foram definidas medidas legais para pressionar o pagamento desses direitos. “As ações só serão divulgadas após esgotar todas as formas de diálogo com a prefeitura”, decretou.

O prefeito da cidade, Geraldo Pereira Costa, o Piau, que comanda a prefeitura pela terceira vez, disse nesta sexta-feira (27) na emissora de Rádio Pontal FM, sobre o pagamento que “havia feito um compromisso de pagar os professores hoje [27], esperava o recurso entrar pra pagar hoje”, justificando que “Bolsonaro não liberou o dinheiro da edução hoje. Por isso nós estamos prontos aqui pra transferir o dinheiro hoje, mas o dinheiro não entrou”. (…) “o dinheiro não tá conta e só quem faz milagre é Deus”, disse Piau.

Embora servidores de todas as categorias estejam cobrando os pagamentos, o gestor se dirigiu especificamente aos professores.

“Segunda-feira, dia 30, ai vai entrar, se entrar uma diferença que nós temos, ai vamos pagar o salário e mais décimo terceiro. Se não entrar todo, vai pagar o salário e o décimo terceiro vai ficar pra o dia 10”, afirmou o chefe do Executivo.

O assunto foi debatido durante todo o dia nos grupos de whatsapp da cidade. A polêmica aumentou depois que foi divulgada uma lista antecipada com atrações contratadas pela prefeitura para a realização do Carnaval 2020.