Guanambi chega a 127 óbitos em decorrência da Covid-19

0
LojaoCosta-350x250px

 

Informações do Agência Sertão

Foto: reprodução

Mais um óbito relacionado as complicações da Covid-19 foi confirmado em Guanambi pela Secretaria Municipal de Saúde nesta quarta-feira (15). Este foi o primeiro óbito ocorrido na cidade no mês de setembro.

A vítima foi um homem de 79 anos, portador de Doença Cardiovascular Crônica e Diabetes Mellitus. Ele foi admitido no Pronto Atendimento da Covid-19 no último dia 11, vindo à confirmação da Covid-19.

No mesmo dia, foi transferido para o Hospital Municipal e no dia seguinte para Unidade de Terapia Intensiva de um hospital particular em Vitória da Conquista, onde acabou morrendo na mesma noite em que deu entrada na unidade de saúde.

BEM_AQUI-350x250px

Considerando a data do óbito o dia 12 de setembro, Guanambi ficou 18 dias sem mortes por conta da doença causada pela infecção do coronavírus. A última morte até então foi de uma mulher, também de 79 anos, ocorrida no dia 25 de agosto e confirmada no último dia 2.

Ao todo são 127 óbitos registrados no município, dos quais 15 ocorreram em 2020 e 112 em 2021.

Casos

Não foram registrados casos da doença na cidade nesta quarta-feira. O município acumula 10.850 casos desde o início da pandemia, sendo que 10.712 pacientes sobreviveram à infecção. No momento ainda restam 11 pacientes em recuperação, dos quais quatro estão hospitalizados.

Também restam 38 pacientes com suspeita da doença aguardando resultado dos exames laboratoriais. A média móvel diária de casos da doença dos últimos sete dias está em 1,6.

Vacinação

Já foram aplicadas 94.880 doses de vacinas em Guanambi desde o início da campanha. São 63.325 pessoas vacinadas com pelo menos uma dose dos imunizantes, dos quais 31.500 tomaram também a segunda dose e 43 tomaram também a dose de reforço (terceira dose). Outros 1.012 pessoas receberam vacinas de dose única.

Nesta quinta-feira (16), serão vacinados os adolescentes de 17 anos. A vacinação será das 8h às 11h, no Ginásio de Esportes. Também serão vacinados os idosos de 80 anos com a dose de reforço ou mais nos postos de saúde.

Fortefarma-350x250px