Retrato da falta de leitos: Idosa com Covid-19 morre em Paratinga  à espera de  UTI

0
LojaoCosta-350x250px
Foto divulgada nas redes sociais de Paratinga.

A primeira morte de um paciente com o novo coronavírus na cidade de Paratinga, registrada nesta segunda-feira(3), em decorrência das complicações causadas pela doença, revela mais uma vez a situação da falta de leitos de uti na região.

De acordo a prefeitura de Paratinga,  a  paciente tinha  89 anos, e o caso  foi notificado no dia 31 de julho, mas em função da falta de estrutura hospitalar, a paciente veio a óbito, enquanto aguardava a liberação de um leito de UTI.

“Por se tratar de uma doença grave e a paciente já possuir outras comorbidades, havia necessidade de uma unidade de maior complexidade, por isso o Hospital Municipal de Paratinga entrou com pedido de regulação desde o dia de sua internação, mas em razão do alto índice de lotação na região a vaga foi liberada hoje (03). Enquanto aguardava a chegada do SAMU USA (Unidade de Suporte Avançado) infelizmente a paciente não resistiu e veio a óbito”, afirmou a prefeitura em nota.
O município de Paratinga não possui leito de UTI e o município mais próximo que oferece leitos exclusivo para paciente com a Covid-19 e o Hospital do Oeste(HO), que fica na cidade de Barreiras. Devido o aumento de casos da doença na região, está com alto índice de lotação.
LojaoCosta-350x250px

O primeiro óbito confirmado em Paratinga, é semelhante ao caso registrado em São Félix do Coribe, quando uma paciente, também com a Covid-19, morreu após 10 dias de espera por um leito de UTI.

CLIQUE AQUI. CURTA A PÁGINA DO SITE NOTÍCIAS DA  LAPA E FIQUE ATUALIZADO.