Julgamento do marco temporal deve ser novamente adiado pelo STF

0
LojaoCosta-350x250px

Foto: Gabriel Paiva/Fotos Públicas

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve adiar mais uma vez o julgamento do marco temporal para a demarcação de terras indígenas. A próxima sessão para analisar o tema está marca para quarta-feira (15).

De acordo com a coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo, a tendência é que um dos ministros que ainda precisam analisar o assunto peça vista, ou seja, um prazo maior para analisar o assunto.

O STF analisa a tese defendida por proprietários de terras de que os indígenas somente teriam direito às terras que estavam em sua posse ou sob disputa judicial no dia 5 de outubro de 1988, quando a Constituição Federal foi promulgada.

O Supremo julga a disputa por parte da posse da terra indígena Ibirama, em Santa Catarina, que é questionada pela procuradoria do estado. (Bahia Notícia)

QUER COMENTAR?

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui