Médico cubano é denunciado por atender no Hospital Municipal de Riacho de Santana

0

Fonte: Folha do Vale

Vista da cidade de Riacho de Santana
Vista da cidade de Riacho de Santana3

Um médico cubano foi denunciado por atender pacientes no Hospital Maternidade Amália Coutinho, na cidade de Riacho de Santana, no sudoeste da Bahia.

Segundo a denúncia feita por um funcionário do hospital, mesmo com o encerramento do programa Mais Médicos, o profissional continua prestando serviço normalmente para o município.

LojaoCosta-350x250px

O Conselho Regional de Medicina (CRM) proíbe que profissionais do programa Mais Médicos realizem atendimento a nível hospitalar. Esses profissionais só podem atender pacientes em postos de saúde.

Segundo o Secretário de Saúde Iatta Anderson de Oliveira Alves, disse que o médico cubano recebeu autorização para atender pessoas vítimas de acidente na BR-430, porque se tratava de um caso de vida ou morte. O cubano teria sido chamado porque o profissional que entrava no plantão no dia 24 de novembro, não havia comparecido para cumprir o plantão no hospital ainda.

De acordo com alguns funcionários da unidade hospitalar, o médico cubano continua prestando serviço no Hospital Maternidade Amália Coutinho.

A reportagem não localizou um representante CRM para comentar o assunto, mas deixa o espaço para os devidos esclarecimentos.

O fim de uma das parcerias mais bem sucedidas para a área da saúde no Brasil foi anunciado no dia 14 de novembro. O Programa Mais Médicos, que trouxe ao País profissionais cubanos para atender a população mais carente.