Inmet emite novos alertas de perigo de tempestades válidos boa parte da Bahia

0
LojaoCosta-350x250px
Imagem que mostra o momento que antecede a chegada da chuva em Ibotirama, na tarde desta quinta-feira (19). Foto: Welton Chagas

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), por meio do Centro Virtual para Avisos de Eventos Meteorológicos Severos (Alert-AS), emitiu um novo alerta na categoria “Perigo”, de cor laranja, para risco de temporais em parte da Bahia. Nesta quinta-feira, um alerta da mesma característica já alertava pelo mesmos risco.

O alerta engloba todos os municípios do Vale São-Franciscano Baiano, Sudoeste Baiano, Chapada Diamantina, Norte Baiano, Sul Baiano e Oeste Baiano, além das regiões Sudeste Piauiense, Centro-Norte Piauiense, Sudoeste Piauiense.

LojaoCosta-350x250px

Segundo o Inmet, nestas localidades podem ocorrer chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 km/h). Risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Em caso de tempestades e vendavais, recomenda-se evitar abrigo debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas. Também é recomendado que não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Caso seja possível, é recomendado ainda que se desligue aparelhos elétricos e o quadro geral de energia.

Em caso de acidentes ou para obter mais informações, é necessário entrar em contado com Defesa Civil (telefone 199) ou Corpo de Bombeiros (telefone 193) nas localidades atendidas por esses serviços.

Muita chuva nos próximos dias

Os modelos meteorológicos apontam que o acumulado de chuva para os próximos dez dias pode passar de 140 mm em Porto Seguro, Canavieiras e Ilhéus. Em outros municípios Sul Baiano os acumulados variam de 80 a 100 mm.

Em Vitória da Conquista a previsão é de acumulado de 25 e 40 mm. Em Guanambi, os acumulados também devem fica nesta mesma faixa. Na região Oeste, nos municípios de Barreiras e Luís Eduardo Magalhães, a chuva deve superar os 60 mm até o fim da próxima semana.

Uma Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) ainda está atuante e é ela a responsável pela canalização da umidade do Norte do continente para as regiões Centro-Oeste, Sudeste e boa parte do Nordeste. Informações da Agência Sertão.

QUER COMENTAR?

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui