Após mais de 200 hectares de mata queimada, ação conjunta controla incêndio no município de Bom Jesus da Lapa

0
LojaoCosta-350x250px

 

LojaoCosta-350x250px

Um incêndio de grande proporção registrado na tarde deste sábado(19) no município de Bom Jesus da Lapa  mobilizou membros da Associação de Bombeiros Civis,  da Prevfogo/IBAMA de Serra do Ramalho  e da Aeronáutica, formando uma equipe  de trinta brigadistas. O grupo foi acionado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Bom Jesus da Lapa.

O fogo atingiu  uma áreas   de vegetação em regiões  e próximas a Salina e do Destacamento da Aeronáutica,  além de áreas próximas a cidade de Bom Jesus da Lapa, a exemplo dos Preidinhos.

De acordo o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Lúcio Flávio, todos os focos de incêndio em torno da cidade só foram controladoria graças ao esforço dos Brigadistas de Bom Jesus da Lapa e do Prevfogo/Ibama de Serra do Ramalho, além do apoio da  Aeronáutica. “Tinha mais de 50 foco de incêndio, e com uma equipe de 30 homens, nós conseguimos eliminar”, afirmou.

O Secretário destacou ainda  que não sabe se novos focos de incêndios voltarão a aparecer, mais  os Brigadista de Bom Jesus da Lapa, como também da Prevfogo estão sob aviso. Lúcio disse ainda que as queimadas é um problema “seríssimo”, e as pessoas precisam evitar fazer queimadas. “Hoje nós perdemos mais de 200 hectare de mata, e se não fosse o empenho da Brigada, da Prevfogo/Ibama, isso teria sido mais de mil hectares.

Segundo o presidente a Associação de Bombeiros Civis de Bom Jesus da Lapa, Anderson Leão,  esse período do ano é mais crítico, por ser mais quente e seco. E alerta, para a população não fazer queimadas ou queimar  lixos, pois o fogo  podem passar para a matas mais próxima, e causar um incêndio florestal.

Ele destaca também, que um Decreto do Governo Federal publicado no dia 15 de julho  proíbe o emprego de fogo em áreas rurais por um período de 120 dias. E que a  medida vale para todo o território nacional.

No período de seca, com vento e baixa umidade relativa do ar, pequenas fagulhas podem se propagar provocando um grande incêndio, por este motivo, é preciso estar atento. A prática de queimadas é crime de acordo com a Lei de Crimes Ambientais (Lei 9605/98), artigo 41, com pena prevista de reclusão.

CLIQUE AQUI. CURTA A PÁGINA DO SITE NOTÍCIAS DA  LAPA E FIQUE ATUALIZADO.