Farmácia Popular terá remédios para rinite e colesterol alto gratuitos

0
GrupoSCosta-350x250px

 

O Ministério da Saúde anunciou, nesta quarta-feira (10/7), que incluiu os medicamentos para o tratamento de colesterol alto, doença de Parkinson, glaucoma e rinite no programa Farmácia Popular. Isso significa que, agora, os remédios podem ser retirados de graça pela população.

Segundo a pasta, a expectativa é que cerca de 3 milhões de pessoas que utilizam o programa sejam impactadas pela decisão.

Com a medida, os usuários devem economizar até R$ 400 por ano. Após a inclusão dos remédios, o programa passa a oferecer 95% dos medicamentos e insumos de forma gratuita.

Gratuitos e não gratuitos

O programa oferta 41 itens, entre fármacos, fraldas e absorventes e, até a implementação dessa medida, somente medicamentos indicados para pessoas com diabetes, hipertensão, asma, osteoporose e anticoncepcionais eram gratuitos.

Para os outros — não gratuitos —, o Ministério da Saúde pagava até 90% do valor de referência dos medicamentos e o cidadão pagava o restante, de acordo com o valor praticado pela farmácia.

20 anos da Farmácia Popular

A inclusão dos novos medicamentos foi adotada em comemoração aos 20 anos do programa, criado em 2004 durante o primeiro governo Lula (PT), e relançado em junho do ano passado, com a ampliação da cesta de itens gratuitos.

Dados do Ministério da Saúde apontam que, em duas décadas, cerca de 70 milhões de pessoas foram atendidas pelo programa.

QUER COMENTAR?

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui