Record ignora canonização de Irmã Dulce

0
LojaoCosta-350x250px

Emissora que pertence ao grupo que comanda a Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), a Record não noticiou a canonização de Irmã Dulce, primeira santa católica nascida no Brasil.

De acordo com o Uol, a emissora do bispo Macedo ignorou o tema no dia 12, véspera da cerimônia em Roma. O Vaticano foi citado, de forma crítica, por realizar o Sínodo da Amazônia, numa reportagem do telejornal sobre a Conferência de Ação Política Conservadora realizada em São Paulo.

No “Domingo Espetacular”, com três horas e meia de duração, a cerimônia religiosa realizada pela manhã no Vaticano não mereceu, igualmente, qualquer menção. Para os dois principais jornalísticos da Record no final da semana, a notícia não existiu.

Metro1

LojaoCosta-350x250px