Três baianos entre os deputados processados criminalmente, aponta levantamento

0
LojaoCosta-350x250px
Foto: Reprodução

De acordo com levantamento feito pelo G1, 50 deputados federais da atual legislatura respondem a processos criminais na Justiça, o que representa 10% do total de parlamentares na Câmara. Entre os deputados com processos criminais em andamento estão três baianos: Charles Fernandes (PSD), Igor Kannário (PHS) e Tito (Avante).

O deputado Charles Fernandes responde a quatro processos criminais, dois por Crimes de Responsabilidades e dois por Crimes da Lei de Licitações. O parlamentar negou as acusações e disse que “Já está se defendendo na Justiça e vai provar sua inocência”.
O cantor e deputado baiano Igor Kannário (PHS) responde a um processo por crime de Injúria e disse ao G1 que não comenta o assunto.

LojaoCosta-350x250px

Tito (Avante) responde por Crimes contra o Patrimônio. O parlamentar disse que “a ação é “descabida”, será rebatida e deve ser extinta. Ele destacou que a ação é “oriunda de contratação de escritório de contabilidade por processo de inexigibilidade de contratação” e que a contratação “se deu dentro da legalidade e de acordo com o entendimento do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia e da Jurisprudência dominante”.

O PR lidera a lista com mais deputados processados criminalmente, tem 7. O PSL, PP e PSD tem, cada um, 5 parlamentares processados por crimes. Com informações do redeGN e  G1.