Brasil confirma ingresso em aliança internacional por vacina contra coronavírus

0
LojaoCosta-350x250px
Reprodução

O governo brasileiro decidiu que fará parte da Covax Facility, uma frente global para facilitar o acesso de países a vacinas contra o novo coronavírus. A informação foi divulgada na noite de sexta-feira (18), por meio de uma nota emitida pelo Palácio do Planalto.

“O governo brasileiro, após tratativas com a Aliança Gavi, confirma a intenção de aderir à Covax Facility, iniciativa inédita que tem como objetivo acelerar o desenvolvimento e proporcionar mundialmente o acesso equitativo a vacinas contra a Covid-19”, informou o texto, afirmando que “a aquisição de uma vacina segura e eficaz é prioridade do governo federal”.

LojaoCosta-350x250px

O prazo divulgado pela OMS (Organização Mundial de Saúde) para que países informassem se iam aderir à iniciativa terminava nesta sexta-feira (18).

Segundo o jornal Folha d S. Paulo, a Covax é uma espécie de aliança e consórcio entre países que visa garantir investimentos para pesquisa, produção e oferta equitativa de vacinas contra a Covid-19. Atualmente, a estratégia acompanha nove estudos clínicos de possíveis imunizantes.

O compromisso prevê que, caso alguma delas tenha eficácia, haja o fornecimento de doses para pelo menos 20% da população de cada país vinculado à aliança.

A medida também tem apoio de recursos de instituições e doadores internacionais, o que visa ajudar países de menor renda, segundo a OMS.