Começa a propaganda eleitoral, e internet se destaca como principal meio em Bom Jesus da Lapa; veja regras

0
LojaoCosta-350x250px

Gazeta5

LojaoCosta-350x250px

Com a liberação da propaganda eleitoral gratuita no rádio apenas para de 9 de outubro a 12 de novembro, a internet se tornou o principal espaço de divulgação de nomes e números nas eleições 2020. Neste domingo (27), data que marca o início da propaganda eleitoral, vários candidatos de Bom Jesus da L apa, assim como tantos outros de diversas outras cidades, acordaram cedo para publicar os seus santinhos nas redes sociais.

Mesmo na internet, de acordo com o TSE, regras precisam ser seguidas, a fim de evitar dores de cabeça durante o pleito.

Os candidatos podem utilizar sites e páginas das redes sociais que sejam dele, do partido político ou da coligação, mas só esses três poderão pagar para que a publicação atinja mais pessoas (impulsionar). Por outro lado, os anúncios na internet, telemarketing e envio em massa de mensagens no WhatsApp são proibidos.

Os eleitores que desejarem receber informações da campanha em seus endereços de e-mail ou aplicativos de mensagens instantâneas deverão, voluntariamente, cadastrar seus números de telefone ou endereços eletrônicos. Já as mensagens enviadas sempre deverão conter mecanismos para que o eleitor possa se descadastrar a qualquer momento e, assim, parar de receber mais conteúdo.

Os demais eleitores, por sua vez, podem compartilhar em suas redes o seu posicionamento político e o seu apoio ao candidato de preferência, mas não podem pagar pela divulgação dessa publicação. Isso não abrange, no entanto, páginas de empresas ou instituições, que são proibidas de divulgar conteúdo de propaganda eleitoral.