Santana: Prefeitura realiza Audiência Pública para discutir o direcionamento dos recursos do município

0
LojaoCosta-350x250px
A população se mobilizou para fazerem parte da Audiência Pública, mais de 600 pessoas compareceram para ouvir e participar do debate.

Pensando em priorizar investimentos em áreas essenciais do governo municipal, a prefeitura de Santana realizou, na manhã deste domingo(19) a segunda Audiência Pública com a população santanense para discutir o direcionamento dos recursos da gestão.

O evento aconteceu no prédio da ex-casa de show, na Avenida João Durval Carneiro, com grande participação da população, dos mais variados seguimentos da sociedade do município.

Foram convidados para fazer parte da mesa os vereadores Renato, Sônia, Zé Vaca Magra, Nel Garapa, Jau de João Redondo, Adalto e Zé Maria, além de Marcos Carvalho (presidente  da CDL e da Acefasa), João de Deus (presidente do Comitê  da Bacia do Rio Corrente, Ailton Ferreira (gerente da agência da Caixa Econômica), Dr. Eustáquio (vice-prefeito), Dr. João Ricardo Soares (promotor de Justiça substituto),  secretários, servidores  municipais, e o prefeito Marcão Cardoso, que apresentou os cinco temas da Audiência Pública, com os seguintes projetos: Contratos com Ministério da Cidades, com os repasses junto à Caixa Econômica Federal/Codevasf; Obras que se encontram paralisadas e em execução no município de Santana; Reforma e Ampliação do Mercado Municipal José Florêncio Pereira “Zeca de Dona”; Despoluição do leito do riacho de Santana provocada pelo esgotamento sanitário no seu leito;  Reforma do Hospital Municipal Dr. Francisco Flores e a  Implantação do Aterro Sanitário Consorciado, que envolverá os municípios de Brejolândia, Canápolis, Santa Maira da Vitória, São Félix do Coribe, Serra Dourada,Tabocas do Brejo Velho,  e de Santana.

Os secretários, servidores municipais, e o prefeito Marcão Cardoso, apresentaram os cinco temas da Audiência Pública,
LojaoCosta-350x250px

O prefeito de Santana fez a  explanação dos temas,  citando números, datas, valores dos contratos e convênios assinados, afirmando  que “existem algumas  pendências devido à burocracia dos órgãos”. Ao final da apresentação foi aberto  espaço para a população  fazer perguntas. As pessoas se identificaram, em seguida fizeram as suas indagações,  que foram respondidas pelo gestor. Falaram também Renato Luana, representando o Legislativo municipal; Ailton Ferreira (gerente da Caixa Econômica – agência de Santana), destacando o desempenho da Caixa, que depende das decisões dos órgãos do Governo Federal (ministérios).

O promotor João Ricardo Soares, por sua vez enalteceu a realização da Audiência Pública, e destacou a presença das pessoas no evento. Frisou “que não se pode ficar à mercê daqueles que praticam o mal,  a sociedade tem de estar atenta ao bem comum, o patrimônio público deve ser visto como sendo de cada um, e por isso temos que preservar os bens”.

Marcão agradeceu a presenças de todos, e destacou, que “os vereadores da oposição deveriam estar aqui presentes, pois, aqui se tratou de assuntos de interesses da coletividade, foi um ato público sem partidarismo político, um debate para bem comum da sociedade santanense”.

Disse ainda, “sinto honrado em estar à frente do destino desta terra pela terceira vez. Muito em breve teremos a concretização dos projetos apresentados aqui nessa audiência.